Me diz o que eu faço pra esquecer noite passada?
Me diz por que brigamos, se tudo deu em nada?
Você me enganou, traindo o que eu sentia
E isso me destrói dia após dia...

Fez o tempo à minha volta parar,
Sonhamos juntos o que nunca vai se idealizar.
Você me iludiu, fingindo o que eu queria
E agora me condenam:
- Por que tanta covardia?

Se a dor fizesse o tempo voltar,
Não teria deixado-o partir e só na memória ficar.
Se as palavras que saem sem querer,
Podessem mudar o destino sem termos que tanto sofrer...

Então, me diz:
- O que vou fazer quando só em meu quarto lembrar de você?
E saber que nada voltará - você foi para algum lugar
Onde perto não posso estar... Onde poderei estar...
Onde alguns vão estar!